quarta-feira, 25 de agosto de 2010

pra pensar


.
súbito bate a dúvida:
paixão é dádiva,
paga devida,
vocação atávica
ou dívida de (outra) vida?
.

.

3 comentários:

Daniela Delias disse...

Lindo, lindo!!! Como ainda não conhecia essa Maria? Adorei encontrar o teu blog! Bjos ;)

Eliana disse...

Menina, fico com o carma... É mais fácil aceitar e seguir...rs
Beijos!

Mai disse...

Este teu poema ficou dissolvendo em minha língua, um longo tempo.

belo, belíssimo e reflexivo.