quarta-feira, 15 de junho de 2011

faina

tirinha de Carlos Ruas
.
amor que a gente
assassina
vira assombração
sempre por perto

ô sina
.

7 comentários:

Pablo Rocha disse...

Verdade absoluta! rss
Gostei muito!

Beijos

Suzana Marcia Braga disse...

xô assombração!!!

Mirze Souza disse...

Maria Paula!


Pelo menos sabemos que assombração não existe, portanto é ignorado.

AVE!

Conheço!

Muito legal!

Beijos

Mirze

Marcantonio disse...

E onde anda esse fantasma? No coração mal-assombrado?

Esse foi muito inspirado!

Beijo.

Assis Freitas disse...

e haja perseguição,


beijo

Júlia Zuza disse...

Com amor é preciso todo cuidado. Senão ele dá trabalho dobrado!

Lara Amaral disse...

rs, verdade!

E as tirinhas que vc escolhe são ótimas, sempre me divirto com elas!

Beijo.