quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Sabe o Mário?





balaio de gatos*

se você me ama
que o faça
em alto e e bom som
como gatos
namorando no telhado
põe em pé de guerra
 os sentidos

                    (  que toda paixão é breve
                      e a paz mais breve ainda )


quando for me deixar
aí sim: 
- o gato subiu no telhado -
que seja bem de mansinho
a partida

                    ( que toda dor é longa
                     mas a eternidade, mais longa ainda )



* intertexto com o poema Bilhete, de Mário Quintana


Bilhete


Se tu me amas,
ama-me baixinho.

Não o grites de cima dos telhados,
deixa em paz os passarinhos.

Deixa em paz a mim!

Se me queres,
enfim,
.....tem de ser bem devagarinho,
.....amada,
.....que a vida é breve,
.....e o amor
.....mais breve ainda.
( Mário Quintana)

.

4 comentários:

Luana disse...

Eu e meu gato, ele na na cama ♪

Cynthia Osório disse...

poxa, Feliz intertexto!

Lara Amaral disse...

Nossa, ficou maravilhoso, ele assinaria embaixo!

Beijo.

Júlia Zuza disse...

Ah, que delícia de poema! Os silêncios e barulhos do amor. :)