domingo, 6 de março de 2011

Palavras cruzadas



Fosse eu uma palavra
seria proparoxítona
grande, redonda, fêmea
de múltiplas sílabas
dessas que enchem a página
romântica e clássica como Penélope
cáustica e mítica como Eurídice
recurso último, trajeto cálido

fosse você uma palavra
seria homônimo
dúbio, com diferentes significações
decente, mas com o amor por mim descente
à espia do exato instante de me fazer expiar
atando laços em meu corpo lasso
presando quem tanto te preza

Fôssemos nós dois juntos uma palavra
seríamos um monossílabo
rápido, tônico e definitivo
eu, tu, nós
 oi, ei
 sim, não, mais
hein, já?
fim.
.

Um comentário:

Lara Amaral disse...

Uau, muito bom!

Beijo.