domingo, 25 de março de 2012

poliglota infeliz



 tão bem te quis
e você me deixou, cris
sem sequer um bacio
um beso, um kiss
que foi que eu fiz?
.

2 comentários:

Robert Garcia Toledo disse...

Como suportaríamos a insuportável realidade sem a beleza da arte?
A inventividade poética entranha no real e a tragédia torna-se bela. Transforma o mundo dos fenômenos e propõe uma nova ética - a estética.

Como são belas as pessoas que fazem a vida mais bela!

"A arte existe porque a vida não basta" (Ferreira Gullar)

Lucão disse...

:)

muy gracioso!
Li vários dos teus, parabéns!
Encantado aqui com suas escritas.