quinta-feira, 22 de março de 2012

pra não dizer que não falei de flores




Já fui amor perfeito.
Não sou mais flor que se cheira.
Comigo ninguém pode.

.

2 comentários:

Fabrício Franco disse...

Hah! Primaveril esse. :)

Lola disse...

Gostei do jogo de palavras.
Gostei mesmo