sexta-feira, 7 de março de 2014

desconstrucao

 
 
quando saio de minhas paredes
quando expurgo meus ais e senoes
quando rompo a barreira do tom
percebo que viver nao tem antes
nem depois
 

2 comentários:

Anna Amorim disse...

Liberdade tão boa essa qdo acontece!

Verso Aberto disse...


libertar-se do quando
é dilatar-se no tempo

saudades de você

abração