quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Amor e sexo


Amor e sexo andam juntos feito Cosme e Damião.

Amor é público; sexo, privado. Amor é poupança, sexo é mercado de ações. Se o amor promete mundos; sexo não garante fundos.

O amor é avaro; sexo, luxúria. Amor cobra, sexo cega. Amor requer química. Sexo é pura alquimia. O amor, oceano, afoga em vaga; sexo, contingente, procura lume. Amor é coca, sexo cola. Amor não correspondido dá bode. Sexo é expiatório. Sexo tem ponto G. Tem amor em ponto com, mas o gostoso mesmo é cara a cara. Porque aí o sexo coroa.

Todo amor marca. Sexo é patente. Amor é bom, mesmo que o sexo não seja lá nenhuma Brastemp. E vice-versa. Amor é Mastercard, coisa que o dinheiro não compra. Sexo (a)Visa: porque a vida é agora. Amor é Avon, a gente conversa, a gente se entende. Sexo é Boticário: você pode ser o que quiser. Amor e sexo juntos, Wallita faz com carinho.

Amor gera ais. Sexo põe pingos nos is. Males de amor são graves; de sexo, agudos. Amor quer ter Razão. Sexo é pura Sensibilidade. Amor inspira, sexo transpira. O amor transcende. Sexo, às vezes, é acidente. O amor, metáfora, se declara em letras. Sexo, literal, na expressão. Sexo pode vir antes do amor. Procede, mas no Houaiss amor precede. O amor idealiza, sexo realiza. O amor é dito. No sexo, fica o dito pelo não dito.

O amor é grato; sexo, grito. O amor é mito; sexo, rito. Amor brota, sexo é a bruta flor do querer. Amor exige votos. Sexo deposita na urna. O amor é achado. Sexo perdido é irremediável. Amor sem sexo é platônico. Sexo sem amor é sindrômico. Amor sem sexo é meia dúzia. Sexo é meia nove. Amor sem sexo pode ser bom, meu bem. Sexo sem amor também.
.
Amor é assim, sexo é assado. Sexo não tem pé, por amor perde-se a cabeça.
.
Jabor é amor, prosa e poesia.
Sexo é Rita Lee, caso sério.

Amor é entrada; sexo, sobremesa. Ou é o inverso? Pouco importa se o prato principal é a vida.

E a vida... ah, a vida a gente vai levando como Deus quer.
.

7 comentários:

nina rizzi disse...

lembrei da música da rita lee, do texto do jabor (argh).

sexo e amor são uma delícias por si só. juntos, divino.

gostei mariapaula :)
beijo.

Lou Vilela disse...

Grande retorno! ;)

Beijos

Adriana Karnal disse...

inevitável não lembrar da música, mas sua prosa-poética está bem melhor...

Mara faturi disse...

AIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII,
Que saudades que eu estava de te ler...e ler assim, deliciosamente, melhor ainda. ADORO TEUS TEXTOS, teu "humor poético" é Maravilhoso!
grande bjo moça!!!

Daniel Teixeira disse...

Exmo(a). Senhor(a)

O jornal Raizonline (http://www.raizonline.com) assenta na colaboração voluntária, neste momento de cerca de uma centena de autores. Tal como faz parte do seu estatuto temos uma relação forte com o mundo dos Blogs: os nossos autores, se o desejarem, podem ter referências pessoais nos seus trabalhos, tal como Blogs que possuam, actividade que exerçam ou inserção dos seus mails para contacto.

Estamos neste momento a lançar a primeira parte de uma nova iniciativa destinada a estreitar mais a nossa relação com a blogosfera, procedendo à selecção por votação dos blogs mais relevantes pelo que solicitamos que nos informem se estão na disponibilidade e interesse em pertencer à lista que será submetida a votação.

Melhores cumprimentos

Daniel Teixeira

raizonline@raizonline.org

http://www.raizonline.com

Aroeira disse...

muito bom. saudade daqui.

Denise disse...

E é bonita é bonita e é bonita!

saudades