quinta-feira, 30 de setembro de 2010

bipolar


de noite na cama
como o diabo gosta
ele me adentra sem cerimônia
ri e diz que é muito feliz

de dia ele reclama, me chama
 ( o santo do pau oco encosta ) 
e diz que vai pra babilônia
à cata da grande meretriz

.

3 comentários:

Domingos Barroso disse...

As neuroses do dia
e as delícias da noite
afinal somos todos loucos
por sexo (pra muitos bem pouco)
e por dinheiro (pra todos tudo).

Carinhoso beijo.

Beto Guimarães disse...

O título tá perfeito. Muito bom.

Lara Amaral disse...

Boa, poetisa!

Beijo.