terça-feira, 28 de junho de 2011

Grito dobrado

Eu faço uso da pintura para tornar os pensamentos visíveis"
René Magritte



tresvario em dois momentos
como cruz e como trave
como cruz, credo, sou treva 
quando travo, extravio
( surreal)



 aqu(i)esço em duas escolhas
 ora soma, ora mente
quando somo(s), sou eterno
quando minto, a(s)cendo o sol









inquieto em duas esquinas
de frente e pelas costas
se enfrento, desmascaro
se costeio, desamparo








esquivo em dois esquetes
feito musa e feito asas
feito musa, só seduzo
feito asas, sou usado







equivoco em dois esquadros
a moldura e o espelho
sou moldura quando enquadro
e espelho se reflito







sou divino em dois momentos
como anjo e como pássaro
sou anjo quando me_nino
sou pássaro quando mar_manjo
 ( sou real)





* Exercício criativo inspirado em obras de René Magritte

4 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Demais, Maria Paula!
Show!!!
Grande abraço.

Lara Amaral disse...

Magritte até se esquiva depois dessa. Poemas per-fei-tos!

Beijo.

Assis Freitas disse...

belo acasalamento, magritte e a imagem da palavra,


abraço

Macabea de La Mancha disse...

Muito bom o exercício! Inspirador!